Por que investir em marketing político?

Profissionalizar a comunicação e marketing político qualifica a condução de um mandato político e coloca o candidato ou partido um passo à frente na corrida eleitoral.

Por que investir em marketing político?
Foto
Folha de S. Paulo

O marketing político é uma ótima ferramenta conceitual que ajuda a projetar candidatos, partidos políticos e coligações em períodos eleitorais e em períodos de pré-campanha mesmo fora do período eleitoral.

A construção de ícones políticos e de propostas que de fato possam chamar a atenção dos eleitores potenciais faz parte dos esforços dessa ferramenta.

Sabemos que o marketing, numa visão geral, ajuda a identificar oportunidades de mercado, necessidades de pessoas e orientação de marcas e produtos. E todo esse conhecimento pode ser empregado na área política.

Marketing político

O investimento nesse segmento de marketing tem ajudado a trabalhar de forma mais profissional a imagem de candidatos a cargos eletivos e identificar o eleitorado de forma mais direcionada.

Envolve o uso de estratégias e métodos de posicionamento de imagem, conteúdo e direcionamento de mensagens otimizando o interesse dos eleitores e interligando a mensagem do candidato com as principais demandas da sociedade.

Redes sociais

As redes sociais fazem parte desse esforço que utiliza esse método de marketing aliado ao marketing digital na distribuição de conteúdo e identificação de público de interesse.

É muito importante que o candidato mantenha suas redes sociais sempre atualizadas e mantenha o seu público informado gerando proximidade e engajamento.

Benefícios

Dentre os benefícios que o marketing político pode gerar para uma campanha política, podemos declarar que a sua aplicação ajuda o próprio candidato a maximizar seus pontos fortes, retrabalhar seus pontos fracos e selecionar o discurso mais oportuno.

Permite, por exemplo, ajustar a linguagem certa, procurar por definições de padrões e identificar as melhores iniciativas.

Investindo em conteúdo

Seja através de material analógico ou digital, é importante que o candidato invista bastante em conteúdo de qualidade e bem direcionado.

Para gerar conteúdos de qualidade para redes sociais, site oficial, blog, canal no YouTube e em outras plataformas digitais é importante estar sempre antenado com o debate político junto à sociedade e acompanhar as questões mais essenciais para todos.

É importante que os conteúdos dos candidatos identifique as dificuldades, os desejos e os anseios da população e possa apresentar soluções que de fato resolvam as necessidades da sociedade.

Escutando o eleitor

O candidato político pode e deve criar canais de comunicação analógico e digital para ouvir o seu eleitor potencial. Atualmente, tem sido mais comum o uso de plataformas digitais como as redes sociais e o site oficial para realizar essa tarefa.

Dessa forma, é importante que o cidadão saiba interagir com os eleitores, sabendo responder e fazendo perguntas oportunas demonstrando verdadeiro interesse em criar soluções.

Conclusão

Muitas vezes, o investimento em marketing político precisa ser contínuo e anteceder o período eleitoral como forma de reforçar a imagem do candidato a médio e longo prazo.

Manter o nome do candidato em evidência, mesmo que ele tenha sido eleito ou não, ajuda a fortalecer novas iniciativas para as próximas eleições.

Sendo assim, utilizando esse tipo de marketing o candidato encontrará os melhores caminhos para atingir os seus objetivos de campanha.

Se gostou compartilhe com mais gente!

Publicado por
Gustavo Bauer
em
20/5/2021